segunda-feira, 27 de março de 2017

AINDA OS 60 DA EUROPA (DES)UNIDA


Ontem em Roma uma celebração necessária de um aniversário europeu redondo e já pesado por parte dos principais responsáveis políticos atuais. Que cada um leu como melhor lhe pareceu, apesar do novo pacto de unidade que todos de algum modo firmaram. Acima, excertos de capas dos jornais de hoje assinalando o acontecimento; abaixo, algumas das melhores vinhetas que encontrei por estes dias e que constituem uma boa síntese do essencial.


(Pierre Kroll, http://www.lesoir.be)

(Tasos Anastasiou, http://www.cartoonmovement.com)

(Ramses Morales Izquierdo, http://www.cartoonmovement.com)

(Matt Pritchett, http://www.telegraph.co.uk)


E lá volta tudo à normalidade do rombudo e do preto acinzentado. Até que algum populismo interno realmente irrompa ou até que algum populismo externo (nem que seja só mercantil) abale mais estruturalmente algumas vigas do edifício. A não ser que ainda surja um milagre, que até agora nunca tinha acreditado pudesse chamar-se Schulz...

(cartoon de Klaus Stuttman, http://www.tagesspiegel.de)